• CAROLINA MANFRINATTE
    Cidade: ilheus
    Música: Insano com brunno carvalho
  • maria luiza dias
    Cidade: ITABUNA
    Música: barreiras-brunno carvalho
  • Cristiano Cruz
    Cidade: São Paulo
    Música: Ao que vai chegar - Toquinho
  • Flávio senna
    Cidade: Ilhéus
    Música: tem café- MC gaab
  • Lucinea Monteiro
    Cidade: Itabuna
    Música: Oi Jesus
  • Nino do Bairro Santa Inês
    Cidade: Itabuna
    Música: Zé Ramalho - Chão de Giz
Publicidade Lateral
CHAT ONLINE

Digite seu NOME:


Brasil
Publicada em 08/06/18 às 11:36h - 57 visualizações
Comissão manda denunciar a Cenoe à PF e MPF

RADIO JORNAL DE ITABUNA


 (Foto: RADIO JORNAL DE ITABUNA)

Comissão manda denunciar a Cenoe à PF e MPF - Ministério Público Federal, pelas fraudes com exames e cirurgias de glaucoma. Os advogados do Centro de Olhos Especializado (Cenoe) de Ilhéus dizem que vão recorrer, inclusive judicialmente, para suspender a decisão de exigir a devolução das verbas.

A Comissão Processante da Secretaria Municipal de Saúde pede a devolução, ao Fundo Municipal de Saúde, de todas as parcelas pagas entre dezembro de 2017 e fevereiro de 2018. A CP aponta diversas irregularidades.

Uma delas, e a mais grave, é que o diretor técnico do Cenoe, Antonio Formiga, não tem nenhuma especialidade em Oftalmologia (confirmado pelo Cremeb), o que coloca sob suspeita 100% dos diagnósticos feitos em portadores de glaucoma atendidos pelo SUS.

O relatório sugere à Secretaria de Saúde de Ilhéus remeter o processo à Polícia Federal e ao Ministério Público Federal para investigação criminal, bem como à Procuradoria Geral do Município para promover a recuperação dos valores.

Tudo irregular

Entre as irregularidades há também uma quantidade de consultas de glaucoma bem acima do percentual de pessoas com a doença no Brasil, que é de 2,4% da população acima de 40 anos. E o Cenoe "atendeu" uma quantidade muito maior que sua capacidade instalada.

A CP aponta ainda a falta de compatibilidade dos procedimentos oftalmológicos (consultas e tratamentos em pacientes com glaucoma) com os do SUS. E lembra que é crime atender pacientes como oftalmologista sem ter esta especialização, caso de Formiga.

O Cenoe entregou todos os prontuários pedidos pela CP, mas ela revelou que nenhum deles tem dados suficientes para o diagnóstico do glaucoma, como história clínica e anamnese ou o registro da evolução do paciente no pré e pós-tratamento. O caso vai para a PF e MPF.




Fan Page

Copyright (c) 2018 - RADIO JORNAL DE ITABUNA - Todos os direitos reservados